5º ano vivencia período colonial/imperial no TC Fazenda do Café

Alunos voltam impressionados e pedem para retornar mais vezes

Na última quarta-feira (21), os alunos do 5º ano do Anglo Leonardo da Vinci visitaram a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, em Jundiaí. O foco do trabalho de campo foi vivenciar os conceitos estudados sobre o período colonial e imperial do Brasil (História) e a importância do café para o desenvolvimento da região sudeste (Geografia).

A Fazenda Nossa Senhora da Conceição viveu a transição econômica do Brasil, o período em que a mão de obra era escrava e imigrante. Teve início com o declínio das exportações de cana-de-açúcar e auge da produção do café.

A estrutura física do local é extremamente preservada. Senzalas domésticas, pelourinho, casas dos senhores do engenho, capelas com imagens do século 18, instrumentos de torturas, fotos claras de antigos proprietários e até mesmo as palmeiras imperiais que a Princesa Isabel presenteou na época em que se hospedou nessa fazenda estão  conservados.

O piso de madeira da mansão, assim como as janelas altas de vidro que proporcionam uma bela iluminação ao ambiente encantaram os alunos. “Tudo muito organizado, monitores dispostos e com um grande domínio do assunto”, aponta Soraia Sampaio, a professora do 5º ano.

Além de conhecer a estrutura, os alunos aprofundaram seus conhecimentos na história do café e conheceram as etapas do plantio, processos, máquinas e equipamentos antigos que ainda funcionam. Também puderam experimentar (e amaram!). “Eles saíram de lá deslumbrados. Esse TC proporcionou uma abertura de visão de mundo”, ressalta.

As crianças gostaram tanto que levaram esse entusiasmo para casa e incentivaram os pais a voltar lá. “Por mim eu até dormiria aqui”, falou a aluna Ana Beatriz.

Segundo a professora Soraia, elas precisam vivenciar o conteúdo para que ele ganhasse um real significado, fato que realmente aconteceu nessa experiência.

Confira todas as fotos aqui!