Alunos conquistam o 5º lugar na Olimpíada Brasileira de Robótica

Estudantes do 8º ano e 9º ano mostram garra e superação na OBR

 

Quatro alunos representaram o Anglo Leonardo da Vinci na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), uma das olimpíadas científicas brasileiras que se utiliza da temática da robótica. Eles conquistaram o 5º lugar na colocação geral.

A equipe foi nomeada como Leo Vinci LionBots e composta pelos alunos Julia de Alécio Bicev e Vinícius Meira Purcinelli, do 9º ano, e Camille Leite e Vitor Takahashi, do 8º ano. Eles se empenharam muito para participar e até estenderam o período de aulas para treinar e melhorar os robôs.

Segundo o professor Josué Alves, a olimpíada exigiu que os participantes montassem um robô que conseguisse fazer passagens estreitas, subir rampas de acesso, resgatar vítimas e levá-las a uma área de segurança. Os caminhos foram conhecidos na hora, ou seja, eles tinham que fazer uma programação versátil. Além disso, houve um desafio surpresa, no qual reprogramaram o robô para outros tipos de missões em 20 minutos.

O grupo começou bem, em 2º lugar. No meio do dia, tiveram problemas com o robô que acabou caindo para a 11ª colocação. No período da tarde, os estudantes conseguiram identificar e resolver os problemas sozinhos. “Eles se superaram e, com muita emoção, subiram para o 5º lugar na colocação geral”.

O professor acredita que essa é mais que uma competição, é uma jornada de conhecimento, onde os estudantes precisam manter o foco. "Se saíram muito bem. Além do conhecimento técnico-científico, tiveram a capacidade de lidar com situações inesperadas e vencer os desafios propostos".

O trabalho foi acompanhado pela mentora deles, Thaís Fernandes Branco, que ajudou na preparação. O resultado é comemorado e é motivo de muito orgulho.

“Aquele momento mágico em que comprovamos que tudo valeu a pena: cada cálculo, movimento, erro e acerto, cada alegria, cada expectativa. Todo esse aprendizado ficará marcado na vida deles”, ressalta o professor Josué.