Alunos do 6º ao 9º ano refletem sobre ‘A trajetória da mulher negra’

Unidade Granja Viana recebe especialista em história e cultura da África

O Anglo Leonardo da Vinci, unidade Granja Viana, recebeu a mestranda em educação e especialista em história e cultura da África, Luciene Ribeiro da Silva. Ela falou com alunos do 6º ao 9º ano sobre “A trajetória da mulher negra”, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Luciene traçou o perfil das mulheres negras, começando pela infância.  Envolveu os alunos durante toda a palestra e pediu que eles descrevessem como seria uma princesa. Alguns representaram em desenho na lousa.

Assim, ela falou sobre a falta de referência da mulher negra na mídia, nos personagens e até mesmo em livros didáticos e paradidáticos. “Como estão representadas as famílias em seus livros? Como são os cientistas e a história?”, questiona.

Colocou a problemática da busca pelo padrão branco, “que leva muitas jovens a não gostar de seus traços e a não valorizar a beleza natural de suas famílias, se afastando de sua cultura ancestral por vergonha”, acrescenta.

A especialista explicou aos alunos o que é o racismo e sua diferença com o bulling, abordou o movimento feminista e as dificuldades que a mulher negra enfrenta no mercado de trabalho. “É necessário empatia para entender o que ela enfrenta”.

Ao falar sobre sua trajetória de vida, envolveu a todos em um tempo precioso de reflexão e troca. “Mostrei um pouco a importância de cotas raciais reparadoras para que outros não sofram o que eu sofri para conquistar reconhecimento e almejar espaços de forma igualitária”, ressalta.

O encontro foi finalizado com exemplos de mulheres negras poderosas, famosas e não famosas. “Assim, lembramos mais uma vez sobre a importância de cada mulher negra que passa em nossas vidas”, finaliza.