Alunos do Anglo Leonardo da Vinci valorizam atos de gentileza

Empatia e solidariedade estão presentes no dia a dia deles

Saber ouvir, respeitar, ser solidário, dizer “bom dia, obrigado, por favor”, se colocar no lugar do outro são considerados atos de gentileza. Tudo isso torna qualquer ambiente mais agradável e saudável. Por isso, o Anglo Leonardo da Vinci envolve seus alunos em atividades que resgatam essa prática.

Além de apontamentos constantes em sala de aula, direcionando as crianças a olhar para além de si, em abril, aconteceu a Semana da Gentileza para reforçar o valor da empatia. A boa noticia é que as ações têm gerado bons frutos até agora e os alunos mantêm sua preocupação com os pequenos gestos.

"A minha amiga se machucou, e eu ajudei ela a andar até a aula de artes. Me coloquei no lugar dela porque quero que todos sejam gentis comigo", conta orgulhosa Julia Gallo, do 2º B.

Para Enzo Porcelli, do 3ºB, desejar que os amigos ganhem alguns jogos e fica feliz por eles também é uma forma de se gentil. “Eu não gosto de ganhar sozinho e também aprendi que é importante respeitar o próximo para ninguém se machucar", conta.

"Fico feliz em oferecer ajuda, pois assim geramos o ciclo da gentileza. Quanto mais gentileza gerarmos, melhor vai ser o mundo”, acrescenta João Gabriel - 5ºB

Segundo a coordenadora Cris, é interessante perceber que desde cedo eles já estão desenvolvendo a noção de que precisam fazer a parte deles para ter um clima bom na escola e para ter um mundo melhor.

E vale a pena ser gentil? Um estudo da universidade a Califórnia mostrou que sim. Segundo a pesquisadora e psicóloga Sonja Lyubomirsky, pessoas gentis são mais felizes.

Junte-se a nós e coloque em prática atos de gentileza em seu dia a dia.