Cine Anglo é ferramenta para aprofundar temas de história

Alunos da Granja Viana e Butantã debatem clássicos do cinema

Alunos do Anglo Leonardo da Vinci, unidades Granja Viana e Butantã, participaram do Cine Anglo na última sexta-feira (26). Após a exibição de dois clássicos do cinema, houve um debate para refletir sobre os pontos principais abordados nos filmes.

Na Granja Viana, o professor Marcelo Ferraro, de História, inaugurou o anfiteatro com “Selma”, que trata da luta do movimento negro na década de 60, liderada por Martin Luther King. Um filme antigo que aborda questões ainda atuais, como preconceitos, direitos, respeito ao próximo, entre outros aspectos.

No Butantã, os olhos dos alunos mal piscavam para entender um pouco da história retratada em “O nome da Rosa”. O filme mostra a vida de um monge franciscano que investiga uma série de assassinatos em um remoto mosteiro italiano. É uma representação da influência da igreja sobre todos os assuntos ligados à humanidade naquela época (religião, vida social, econômica e política).

Segundo o coordenador Serafim, da unidade Butantã, o evento aproxima os alunos de situações, pessoas e cenários. “A imagem, muitas vezes, ajuda o aluno a entender melhor o assunto. É uma ferramenta que facilita a aprendizagem de História, principalmente. O debate também desenvolve o pensamento crítico das turmas”, ressalta.