Confira 6 dicas para começar bem o segundo semestre

Famílias e alunos podem adotar algumas ações na volta às aulas

 

As férias chegaram ao fim. Foi um intervalo importante para os alunos descansarem. Depois de um período sem muito compromisso com horários e curtindo um tempo de brincadeiras sem ir para a escola, chegou a hora de retomar a rotina. Por onde começar?

Segundo a coordenadora Rosana, do Fundamental I, o retorno exige uma adaptação da mente e do corpo. Uma forma de promover isso é fazer uma lista detalhada com ações e atitudes relacionadas à família que vão ser trabalhadas no segundo semestre. “É uma boa hora para conversar sobre o novo período e falar, por exemplo, sobre como ter mais tempo para compartilhar a lição de casa”, sugere.

A coordenadora Régia, do Fundamental II, recomenda incentivar os estudantes a rever e a reorganizar o material escolar, uniforme, horário de aulas e atividades extras e todos os compromissos com a escola. “Responsabilizá-los por esses itens ajudará no desenvolvimento de sua autonomia, tornando-o agente ativo no processo de escolarização”, diz.  

Assim como as crianças, os alunos do Ensino Médio também passam pela adaptação de voltar à rotina. “É um momento decisivo, que exige foco. Quem tiver dúvidas sobre a escolha da profissão também deve buscar apoio com a orientação. É um suporte valioso”, ressalta a coordenadora Rosane. Além disso, as inscrições para os principais vestibulares serão abertas em breve, e é preciso ficar de olho na programação.

Listamos mais seis dicas para ajudar famílias e alunos na volta às aulas Confira:

1-O começo do segundo semestre é o momento ideal para rever e construir novas metas. Alunos que estabeleceram metas para as férias podem falar sobre elas agora.

2- O bom relacionamento familiar é essencial para o desenvolvimento emocional das crianças. Conversar sobre o cotidiano escolar reforçará a parceria entre pais e filhos na vida acadêmica do aluno, fortalecendo seu compromisso diário e com os estudos.

 

3 – Retome a rotina diária de estudos. É importante que o aluno dedique pelo menos duas horas por dia para rever o conteúdo estudado em sala de aula além de fazer as tarefas de casa e trabalhos. Lembre-se: aula dada, aula estudada.

 

4- A volta às aulas implica na reorganização do tempo livre, reduzindo o tempo gasto com TV e internet durante as férias. É necessário ter disciplina para dividir o tempo entre lazer e obrigações e estabelecer prioridades.

5- Entenda os objetivos que o seu filho está buscando e celebre as conquistas dele. Isso é motivador.

 

6- Programem-se também para que tenham, semanalmente, um tempo de convivência familiar com atividades de lazer, cultura ou esporte. Relaxar corpo e mente contribui muito para o aprendizado.