Palestra “Vivências Femininas” debate a mulher na sociedade

Encontro contribui para a formação de alunos mais críticos e conscientes

Alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio participaram da palestra “Vivências Femininas”, realizada na unidade Granja Viana. O encontro colocou a mulher, a igualdade, o racismo em pauta mais uma vez. Esse tipo de discussão que busca a mudança de pensamentos e paradigmas nessa nova geração.

A palestra foi mediada pela professora do Anglo Leonardo da Vinci, Marília Sampaio, por Suzana Campos, professora, doutoranda em Letras, e pela mestranda em educação e especialista em história e cultura da África, Luciene Ribeiro da Silva. Elas apresentaram fatos e experiências a respeito da mulher negra e do machismo ainda tão latente neste século.

“A mulher vive com um manto de medo porque pode ser julgada e maltratada tanto por homens e como por mulheres. Antes de sair de casa, se preocupa com a roupa que está vestindo e com o que pode lhe acontecer”, disse Luciene.

Ela pediu um minuto de silêncio em homenagem à socióloga e defensora dos direitos humanos Marielle Franco, a vereadora mais votada no Rio de Janeiro e que foi assassinada na última semana.

As especialistas falaram ainda sobre a necessidade de se discutir igualdade e destacaram o papel dos homens nesse processo. “Quando a mulher não está presente, os meninos devem usar a empatia e divulgar esse conhecimento com amigos/conhecidos”, explicaram as especialistas.

Segundo a professora Marília, do Anglo, as provocações foram ricas e fundamentais para a formação de alunos mais críticos e conscientes. “Mais uma vez nos unimos para uma pauta sobre a mulher e para a discussão de gênero e as consequências que envolvem esse tema”, ressalta.