Setembro Amarelo na unidade Granja Viana

Alunos participam de campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio

 

As taxas de suicídio de crianças e adolescentes no Brasil têm aumentado nas últimas décadas. Nos últimos cinco anos, a incidência entre jovens de 12 a 25 anos teve um salto de quase 40%. Para reverter este quadro, foi criado o movimento mundial Setembro Amarelo, que é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

No Brasil,a ação é organizada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O Anglo Leonardo da Vinci abraçou essa causa e tem debatido o assunto com alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Na unidade Granja Viana, eles participaram de uma palestra com Ronaldo Coelho, psicólogo. Ele apresentou dados da Organização Mundial da Saúde, falou sobe sua prática em consultório e esclareceu diversas dúvidas. Os estudantes questionaram sobre a relação entre ansiedade e depressão, o uso desenfreado e sem orientação de medicamentos e buscaram entender o que leva uma pessoa a tirar a própria vida, entre outros tópicos.

Segundo o especialista, várias razões podem ser responsáveis por isso, mas a principal é “o esvaziamento do sentido da vida”. Alguns sinais indicam isso: isolamento, tristeza prolongada,irritação constante, processos autodestrutivos, entre outros. “Para ajudar, é preciso acolhimento, calor humano e simplesmente estar por perto”, diz.

A psicóloga Juliana, orientadora do Anglo Leonardo da Vinci, ressalta que a escola é parte importante do universo do jovem e deve participar do cuidado e da prevenção de diversos aspectos da saúde de seus alunos. “É importante que eles se sintam seguros para conversar sobre esses assuntos. Tivemos uma conversa bem próxima durante a palestra”.

O encontro superou todas as expectativas. “Ronaldo é um profissional muito experiente e nos trouxe informações valiosas sobre o tema. As turmas sentiram muito acolhidas e elevaram o nível da discussão com perguntas muito pertinentes. Ótima experiência para todos nós”, acrescenta a orientadora Renata.

 

> Em breve, compartilharemos o andamento do Setembro Amarelo nas outras unidades.